SOBRE A VIDA FELIZ, Sêneca

agosto 7, 2009

Viver feliz, meu irmão Galião, todo mundo quer, mas ninguém sabe ao certo o que torna a vida feliz; e não é fácil conseguir a felicidade, uma vez que, quanto mais ardentemente cada um a procura, se erra o caminho, mais dela se distancia; se o caminho o leva no sentido oposto, a própria velocidade aumenta a distância. Portanto, em primeiro lugar, devemos estabelecer antecipadamente o que buscamos atingir; depois, devemos examinar por onde podemos chegar lá mais rapidamente, e veremos, pelo caminho, desde que seja o certo, quanto avançamos cada dia e quanto nos aproximamos do objeto para o qual nos impele um desejo natural.
Enquanto vagarmos ao acaso, tendo por guia apenas os rumores e clamores dicordantes que nos chamam de todos os lados, nossa vida será consumida em idas e vindas e, além disso, abreviada, embora trabalhemos dia e noite para o nosso aperfeiçoamento.
Portanto, temos de decidir aonde vamos e por onde, não sem a ajuda de alguém experiente que conheça bem o caminho que pegamos, pois aqui, a situação não é a mesma que nas outras viagens: nelas há um caminho, e os habitantes que interrogamos não deixam que nos extraviemos; mas aqui, o caminho mais movimentado e mais conhecido é o que mais engana.

2 Respostas to “SOBRE A VIDA FELIZ, Sêneca”

  1. Yure Says:

    Estou escrevendo um resumo desse livro. Obrigado pela ajuda.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: