Archive for the 'Miranda July' Category

É CLARO QUE VOCÊ SABE DO QUE ESTOU FALANDO, Miranda July

agosto 13, 2009

6266_sem_titulo1_copia

ALGUMA COISA QUE NÃO PRECISA DE COISA ALGUMA

Agora que tínhamos pagado o aluguel, nos sentimos no direito de mencionar a situação das baratas para o proprietário. Ele disse que mandaria alguém, mas que não deveríamos ter esperanças.

Por que não?

Bem, não é só o seu apartamento, o prédio inteiro está infestado.

Então o senhor talvez devesse mandar cuidar do prédio inteiro.

Não adiantaria; elas viriam dos outros prédios.

É o quarteirão inteiro?

É o mundo inteiro.

É CLARO QUE VOCÊ SABE DO QUE ESTOU FALANDO, Miranda July

agosto 10, 2009

6266_sem_titulo1_copia

FAZENDO AMOR EM 2003

Só há um jeito de isso acontecer, sempre. O aluno está andando da escola para casa e a professora passa dirigindo e pergunta se ele quer uma carona. O garoto olha para a professora. O sol está batendo em seus olhos e ele franze o rosto, e há uma pausa em que o brilho do sol e o franzido do rosto do garoto são os dois únicos movimentos na Terra. Até os pássaros param. A professora fica momentaneamente paralisada pelo franzido e pelo brilho, mas isso não é suficiente para salvar o garoto. Ela se estica no carro e abre a porta do passageiro, e com esse movimento a juventude do garoto acaba e ele fica velho.

Quer que eu te leve pra casa?

Qualquer lugar tá bom.

Você tem hora marcada pra chegar em casa?

Não.

Há algum lugar aonde você gostaria de ir?

Bom, a gente podia estacionar.

É CLARO QUE VOCÊ SABE DO QUE ESTOU FALANDO, Miranda July

julho 23, 2009

6266_sem_titulo1_copia

O HOMEM NA ESCADA

Ele andava do jeito mais devagar possível. Parecia ter todo o tempo do mundo para fazer aquilo, meu Deus, ele tinha tempo. Eu nunca tinha me preocupado tanto com alguma coisa. Esse é o meu problema na vida, eu passo por ela correndo, como se estivesse sendo perseguida. Mesmo nas coisas em que só o que importa é a lentidão, como tomar um chá relaxante. Quando tomo um chá relaxante, eu o engulo como se estivesse num concurso de quem bebe chá relaxante mais depressa. Ou, se estou numa piscina aquecida com algumas pessoas e estamos todos olhando para as estrelas, eu serei a primeira a dizer: É tão bonito aqui. Quanto mais cedo você diz, É tão bonito aqui, mais depressa você pode dizer, Nossa, está quente demais pra mim.

%d blogueiros gostam disto: